Poesia – ” A ORAÇÃO DO POETA”

“A Oração do Poeta”

Carlos Pompeu

Por que concedes a vida

para tão ínfima, disforme

e triste criatura (?)

Que se afasta
de forma nefasta
na eterna procura

de algo
que nem ao menos
pode se tocar


que vive sem a ambição
de pedras preciosas
encontrar


Por que fazes
Sofrer
este Ser


que nem consegue se enquadrar
no que se convenciou
chamar de Bem Estar

Que vive e acredita no sonho
Para todos ou alguns
Algo tão medonho


Se olho para o céu
e não consigo voar
Sendo que minha imanginação


e suas asas
me levam
até lá


Mas cá
aqui embaixo
gostam de menosprezar


Minha falta
de vocação
em ostentar


A hipocrisia
que não tenho


No cálice,
a sicuta,
o veneno


Então por que
Torturar
Ao invés de uma vez por todas
Me calar

Anúncios

1 comentário

  1. cristina

    ……nao consegue se enquadrar…..vive e acredita nos sonhos …….e sem ambiçao de

    pedras preciosas encontrar.Oi,tá falando comigo???

    Gostei da oraçao do poeta!Simples e direta.

    Cris.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: