Cibercultura#10 (Lendas Urbanas)

As lendas urbanas encontraram na Internet um terreno fértil para sua reprodução em alta escala. As informações circulam, aparentemente, de forma livre.

Não existe censura ou censor , além do senso comum de quem coloca em circulação a informação. Talvez por causa disso as conspirações também se proliferem na rede. Se são falsas ou verdadeiras isso não interessa. Elas estão circulando. Isto é um fato.

Por isso, cabe a nós ao interagirmos no ciberespaço utilizarmos o nosso pensamento crítico. Isto exige reflexão e uma análise do significado e da significância do que esta nos sendo proposto. Somente, a partir daí , poderemos diferenciar o que é verdadeiro do que é falso.

Assim, uma teoria da conspiração pode ser definida como um evento que foi a conseqüência de um plano secreto. Cabe ressaltar que isto virou um fenômeno cultural. Refiro a proliferação de conspirações e de lendas urbanas. Normalmente aqueles que acreditam nestas teses são vistos com ceticismo e chegam a ser ridicularizados.

São tidas como pessoas excêntricas e lunáticas. Assim, diante desta discussão, podemos questionar se o homem realmente foi a lua. Existem aqueles que acreditam que se trata de uma fraude. As evidências não confirmam, mas também não desmentem. Será?

Astronautas no deserto de Nevada? Foto do Arquivo da NASA

Se fizessem um levantamento na rede mundial de computadores logo ficaríamos sabendo que uma das mais populares conspirações é sobre se o homem pisou na lua.

Também considerada como a maior fraude do século XX. http://www.afraudedoseculo.com.br/. No mínimo dá para ficar, literalmente, com a pulga atrás da orelha.

Os Myth Busters, os caçadores de mito, do Discovery Channel passaram isto a limpo. A dupla é formada por especialista em efeitos especiais que trabalharam no cinema , na TV e em filmes publicitários. Eles recriam as condições e repetem o fato ocorrido e daí tiram suas conclusões.

De acordo com eles o homem pisou na lua. Entretanto, se você já viu as fotos e leu sobre as dúvidas fica com a pulga atrás da orelha. Mas algo grita por nossa atenção.

O fato de que todas as viagens tripuladas ao satélite ocorreram durante o mandato de Richard Nixon na presidência dos Estados Unidos.

"Mister Watergate": Será verdade? Será que não?

Sendo que a última foi antes do surgimento do caso Watergate. Não quero apontar o dedo e acusar o republicano que ganhou notoriedade na época do machartismo.

Anos depois esta prática de denunciar supostos comunistas acabava rendendo cargos de prefeito e de governador no Brasil após a conspiração, que realmente existiu, para derrubar o presidente Jango.

Jango

Mas isto, um confronto de ideologias, fazia parte do contexto da época. Além disso, em plena guerra fria, os americanos estavam perdendo a corrida para o espaço.

A "Guerra Fria" entre Soviéticos e Americanos

Isto estava ocorrendo desde 4 de outubro de 1957 quando os soviéticos passaram na frente ao lançarem o Sputinik. Neste mesmo ano levaram o primeiro ser ao espaço.

Laika foi para o Espaço

No caso, a cadela Laika, que entrou em pânico e morreu poucas horas após o lançamento devido ao superaquecimento da cabine. Em 1960, a Sputnik levou outros cachorros , camundongos e plantas para o espaço e todos retornaram com vida. Até que a Vostok decolou com Yuri Gagarin, o primeiro homem colocado em órbita da Terra.

Yuri Gagarin

Além disso, haviam planos com a LK lander para o pouso na lua. Enfim, perder esta corrida espacial não era bom para quem desejava a hegemonia mundial

Seguindo esta linha de raciocínio, de que tudo seria mais um truque de Nixon, continuamos navegando na rede. Afinal, segundo Guy Debord, vivemos em uma sociedade de espetáculos. Então, por que não encenar um circo com a chegada do homem a lua?

Guy Debord

Com este estado de espírito descobrimos que as cenas da Apolo 11 na superfície lunar teriam sido encenadas em algum estúdio. A direção teria levado a assinatura de Stanley Kubrick que no ano anterior tinha lançado “2001, Uma Odisséia no Espaço” nos cinemas.

Inclusive, no you tube podemos ver um take da produção em que o astronauta sai da nave e uma torre de luz do estúdio cai em seguida. Talvez fosse uma prova da fraude. Além disso, cabe ressaltar que os originais com as gravações que teriam sido feitas na lua foram perdidas pela NASA. Este sumiço reforça a teoria da conspiração.

Mesmo assim, continuo com minha aventura no ciberespaço em busca de respostas. Então deparei com um video que por um breve momento me deixou assustado. Afinal, já estava acreditando na teoria citada acima. Uma reviravolta aconteceu.

O video mostrava ruínas na lua. Será que a história da fraude servia para camuflar a verdade? Sendo que esta revelavam vestígios de uma civilização na lua?

Após uma pausa, para o cafezinho, busquei na memória e lembrei que havia comprado por meio de um sebo na Internet o livro ” Eram os deuses Astronautas?”, um best seller publicado nos anos 1970 em que afirmava que os deuses de todas as mitologias antigas eram na verdade alienígenas.

Constatei que havia um link entre estas informações. Só que não lembro de Erich Von Daniken, o autor, ter mencionado uma conexão com a lua.

Ruínas na Lua

Mesmo assim, segui em frente e continuei acessando em busca de pistas que pudessem me revelar a verdade. Foi assim que tive ciência de que as ruínas da lua se assemelhavam às da civilização Akakor, que , por sua vez, seria uma das três cidades perdidas na floresta amazônica, onde haveriam, inclusive, pirâmides. Isso mesmo. E no meio da selva.

A fonte seria “Crônicas de Akakor” que foi escrito pelo jornalista alemão Karl Brugger, que anos mais tarde serviu de referência para o roteiro de “Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal”. Mas Akakor se revelou uma farsa.

Portanto, previna-se. Use seu pensamento crítico. Não acredite em tudo que você vê e lê na Internet. Para desfazer prováveis equívocos entre em um site de busca e digite “segredos da NASA”, por exemplo, e escolha entre as várias possibilidades. Como a vida em Marte.

Lembre-se que nem sempre a resposta mais simples é a verdadeira. Alguém pode estar querendo te iludir. Isto é certo. Mas quem? E quais seriam as suas verdadeiras intenções?

Anúncios

3 Comentários

  1. aqui em goiania tem aquela lenda do falso artista drogado que ronda os eventos a procura das proximas vitimas, conhece essa?

Trackbacks

  1. Michio Kaku e a Segunda Lei da Termodinâmica – por Carlos Pompeu « Tecnocibernetico's Blog
  2. DOENTES DO AMOR e BLUE BUTTERFLY no Pub Hangar 18 em Goiânia- 6ª Edição “Conexão-Edição Brasil” « Tecnocibernetico's Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: