Poesia – “SOTURNO”

“SOTURNO “

 

Se Tudo

É Obscuro

 Mórbido

Sem encanto

 

Tudo É Soturno

E parece me abater

Tudo é Tão Escuro

Nas ruínas do meu ser

 

A profundeza da tristeza

parece me envolver

Em um abraço apertado

que não posso conter

Sinto a alegria

que havia em mim se dissolver   

Abrindo uma ferida na alma

que é a angústia de viver

 

A Aflição

Da depressão

É a Maldição

Da Desolação

 

Anúncios

3 Comentários

  1. Muito denso. Muito bonito. Gostei.

  2. wellington oliveira

    Os saberes das coisas, é isso tudo acima dito e por mim confirmado.

Trackbacks

  1. Os números de 2010 « Tecnocibernetico's Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: