“Sociedade dos Ciborgues – O Mundo Pós Humano” de Carlos Pompeu

V

 

O Doutor Silício disse a Senhorita Sullivan, sua assistente, que ainda

existia uma chance para Max. Aquilo a despertou das trevas a qual

estava imersa. Um sorriso ensaiou surgir em seu rosto. O Doutor

Silício adiantou que poderia  não dar certo, mas que era a única

esperança para manter Max vivo.

 

Diante daquela situação, afinal, estava entre a vida e a morte. Mais

morto do que vivo, diga se de passagem. O óbito parecia estar próximo

demais. Algo assustador. Assim, aquela ligação mudava o clima. Arejava

seu emocional. A Senhorita Sullivan não pensou duas vezes e aceitou a

proposta. Não queria saber, naquele primeiro momento, se era um

protótipo ou se Max Melvedeck seria apenas uma cobaia.

 

O que lhe interessava e o que seu coração lhe dizia ser esta a única

alternativa que existia para tentar salvá-lo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: