Sintetizador – A Origem da Música Eletrônica

Sintetizador –  A Origem da  Música Eletrônica


A música eletrônica possui diversas vertentes e vem se firmando, com vigor e desenvoltura, como a trilha sonora do século XXI. A sua origem, a forma como a conhecemos, ouvimos e dançamos atualmente, está vinculado ao uso do sintetizador.

Com a tecnologia da miniaturização, cabe dentro de um computador, o sintetizador se tornou ainda mais acessível e cada vez mais popular, para efeito de comparação, como uma guitarra foi nas últimas décadas do século passado.

Então, embarquemos no túnel do tempo,o sintetizador foi inventado em1960 pelo russo Leon Theremim. No entanto, o instrumento musical eletrônico, como o conhecemos, usando técnicas diversas para a geração de sons artificialmente, surgiu em 1964,tendo sido desenvolvido por Robert Moog e Herbert Deutsch. Aceitava apenas uma nota de cada vezmonofônico, e foi batizado como MOOG.

Consta que foi Keith Emerson, na época tocava na banda THE NICE, teria sido o primeiro a se apresentar ao vivo com um sintetizador. A partir de 1976 surge o modelo polifônico, além de serem menores também podiam gerar acordes, chamado POLYMOOG.


SH 1000, o primeiro sintetizador da Roland

Temos que destacar também alguns sintetizadores considerados clássicos. Entre eles temos alguns da Roland Corporation, fundada no Japão, em 1972, por Ikutaro Kakehashi, engenheiro e mecânico de órgãos musicais.

O nome da firma faz homenagem a um dos cavaleiros do lendário Rei Artur da Távola Redonda. A Roland também fabrica os produtos BOSS. Seu primeiro sintetizado, SH 1000, foi lançado em 1973.

Depois veio a série Jupiter ( Jupiter-4, Jupiter-8 e Jupiter-80) que
ficaram muito populares com o DURAN DURAN.

A Roland também produziu um equipamento que marcou época e revolucionou o modo de se fazer música eletrônica, no caso estamos falando do TB-303. Recentemente, a VAGALUME RECORDS, promoveu no litoral sul baiano o 303 Art Festival em homenagem a importância do equipamento.

Produzido entre 1982 e 1983, o equipamento não agradou o público alvo, no caso guitarristas que não aderiram a ideia. Ao longo da década de 1980, em Chicago, foi redescoberto por alguns dee jays, mas no contexto da house music.

Um dos pioneiros foi o DJ PIERRE com “Acid Traxx”. A sigla TB significa “Transistor Bass” e teve como criador Tadao Kikumoto, responsável pela criação de outro clássico sintetizador, o TR 909.

Outro nome importante é a KORG, fabricante japonês, bastante respeitado na indústria da música eletrônica.

Um importante parceiro da KORG, no desenvolvimento de sintetizadores, foi a YAMAHA, responsável pelo DX 7 , uma lenda que marcou época nos anos 80, um verdadeiro sucesso comercial, o mais vendido de todos os tempos, fabricado entre 1983 e 1986, considerado o primeiro grande sintetizador digital.

Robert Smith

A banda THE CURE, de Robert Smith, passou a usar o DX 7 na “The Caterpillar Tour ´84”. Na lista de usuários ainda podemos citar DEPECHE MODE, FRONT 242 e até mesmo o KRAFTWERK.

Anúncios

3 Comentários

  1. Atualmente sem sombra de dúvida o Trance é a vertente que eternizou os sintetizadores de um modo com nunca antes havia acontecido. Hoje o trance “diz tudo” que uma música precisa ter em todos seus elementos sem precisar falar nada.

    O poder da onda…

Trackbacks

  1. OMD – Um dos Nomes Mais Representativos do SYNTHPOP « Tecnocibernetico's Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: