“Pesadelo”, de Lars Kepler, Resenha escrita por Carlos Pompeu

22_O pesadelo - Lars Kepler

“Pesadelo”, de Lars Kepler, http://www.larskepler.com/ , pseudônimo usado pelo casal de escritores suecos,  Alexander Ahndoril ( que escreveu um romance biográfico sobre Ingmar Bergman) e Alexandra Coelho Ahndoril, é o segundo título se uma série de suspense, protagonizada pelo Inspetor de Polícia, Joona Lina. O primeiro foi “Hipnotista” que obteve grande sucesso editorial. O terceiro volume da série, ” A Vidente“já se encontra disponível. Estão programados, nessa série, oito volumes. Onde se espera que se mostre um pouco mais sobre a psique do personagem principal.

Na verdade, o inspetor faz um estilo entre James Bond e Robert Langdon,  de Dan Brown. Inevitável , não há como fugir de tais comparações. Eles têm em comum, o jeito frio, um certo estilo durão do tipo que não dá o braço a torcer. Também temos fortes influências do fenômeno Stieg Larsson, da trilogia “Millenium”, sucesso editorial no mundo inteiro. Isso fica evidente, pois Alexander e Alexandra, deidiram homenageá-lo, na escolha do pseudõnimo, adotando o nome Lars, clara referência à Larsson.

Lars Kepler (Alexandra Coelho Anhdoril e Alexander Ahndoril)

Lars Kepler (Alexandra Coelho Anhdoril e Alexander Ahndoril)

Para que gosta de literatura policial, sem dúvida, “Pesadelo” é um bom título. O ritmo é de aventura, capítulos curtos, que facilitam a leitura e um impulso para embarcar no suspense, alias, os capítulos curtos, também são um recurso adotado por Dan Brown, em “Inferno“.

O enredo gira em cima do comércio ilegal de armas. Dentro do submundo surge uma sombria conspiração para ocultar o verdadeiro drama, um conflito internacional. Tudo começa com o corpo de uma jovem de 20 anos, que é encontrado em um iate em Estocolmo. No dia seguinte, um alto funcionário do governo aparece morto em seu apartamento, tudo leva a crer que teria sido homicídio.

E ai que entra em cena, o Inspetor Joona Lina para desvendar o que ocorre e une os dois crimes, se é que foram mesmo, que se trara de assassinato. As investigações seguem e sinalizam uma outra direção, o comércio ilegal de armas, e por trás a corrupção e um mafioso corruptor que faz um “pacto Paganini” aliás, o título original do livro, com seus altos funcionários corrompidos. Ele se apodera dos pesadelos dessas pessoas, que venderam suas almas, e caso traiam o esquema do jogo sujo, sofrem as consequências, sendo atacados por seus próprios pesadelos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: