Tutancâmon, de Nick Drake. Resenha do Livro por Carlos Pompeu

0000000download (1)

Tutancâmon foi o Faraó do Antigo Egito que mais fascínio trouxe para a nossa imaginação. Isso por causa de ter falecido ainda na adolescência, por volta dos 18 anos. Tendo essa história como pano de fundo, Nick Drake, o autor, nos presenteia com um romance policial, onde , por meio da ficção, relata o ocorrido. Para isso, conta com a presença de Rai Rahotep, uma espécie de Sherlock Holmes daqueles tempos.

O jovem Faraó se vê em meio à uma crise política, seu reinado, por assim dizer está ameaçado, a instabilidade gera insegurança e abre espaço para conspirações, o eterno jogo do poder, portanto, o menino, caminha no meio de víboras, serpentes e todo o tipo de intriga. Para sua sorte conta com o apoio de sua jovem e bela esposa, a rainha Ankhessenamon, que lhe dá conselhos e lhe acalma o espírito; sendo ela que tem a iniciativa de contratar Rahotep, o detetive mais famoso do Antigo Egito, segundo a prosa de Nick Drake.

Trata-se de uma obra de ficção, “of course”, sendo o detetive fruto da imaginação, no entanto, o personagem é o centro de uma série de livros, que se iniciou com “Nefertiti : O Livro dos Mortos”, o primeiro de uma trilogia, que obteve boa repercussão, tanto de público quanto de crítica, sendo classificado como “best seller”. De acordo com a renomada Publisher Weekly, o livro, do qual fazemos esta resenha, foi eleito entre os 100 melhores livros no ano de seu lançamento, ou seja em 2010. A editora Record comprou seus direitos ara o Brasil, tendo Ricardo Silveira como tradutor da obra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: