Exclusivo! Carlos Pompeu entrevista Boris de Pedra

O Escritor Carlos Pompeu entrevista, com exclusividade, para o Tecnociberneticos Blog, o Rockeiro, baixista, poeta e compositor Boris de Pedra, o homem de mil bandas

11027784_10203834651017319_9117136181759013169_n

Olá, Amigos do blog, e do Facebook. Sou o Pompeu, sou o escritor, responsável pelo Tecnocibernético; hoje estaremos,com exclusividade, fazendo uma breve entrevista com Boris de Pedra, o compositor de lindas canções de amor.

66778_347776848668695_411196412_n

Nos anos 90, com Juarez Petrillo, fundou a Primeira Pedra, uma banda que marcou época, mas antes, na década de 80, escreveu seu nome na história do rock goianiense, como conta o livro Das Cores Ao Século XXI, de Jadson Jr http://blog.goianinrock.com.br/busca.php?tag=Jadson%20Jr . Lançou disco solo, em 2001, bombou nas rádios, teve clip na MTV.

000logoprimeira523463_134810283369862_938042412_n

Com Katú Leão https://www.facebook.com/katuleao?fref=ts montou a banda Eletrovolts, entre 2003 e 2009. O cara, Boris de Pedra, não é muito conhecido do grande púbico, mas sempre esteve aí, nas sombras da cena cultural, na beira do sucesso, marginalizado, compondo e tocando seu Rock, com personalidade poética própria, de uma forma orignal.

menza

Siga abaixo, um trecho da entrevista, que aconteceu, em clima de alegria, afinal, eu e Boris, somos bons amigos,de longa data; apesar de um pouco triste, com a dissolução de mais uma de suas bandas, o cara, estava numa boa. Arriscaria dizer que estava super zen, mas sem deixar de lado sua fina flor da ironia, com a qual cultiva com amor e aduba com poesia, e que sempre traz consigo, na lapela, do seu paletó que não tem o hábito de usar. Com você, especialmente,para você, uma entrevista, só aqui no Tecnocibernético, exclusivo (!), feita por Carlos Pompeu com Boris de Pedra.

Carlos Pompeu ; Boa Tarde Boris de Pedra, como vai, é uma honra tê-lo conosco, concedendo essa entrevista ao Tecnocibernético.

Boris de Pedra: Sim, claro, eu que fico muito grato, por tamanha deferência.
1002827_633122363366294_603836989_n
Pompeu: Bóris, você parece um pouco triste, pode se abrir conosco, você sabe, você mora no meu coração. se você quiser falar sobre isso.
Boris de Pedra: Sabe, Pompeu, também te amo cara! Você sabe disso. Mas levei um coice. Literalmente. O fim dessa relação “passou por mim como um trator, como um rolo compressor”.
Pompeu: Mas, Bóris, isso é parte da a letra de “Rolo Compressor”, que você fez na época do Eletrovolts, não é isso…
Boris:  Isso mesmo, “Pomps”, posso te chamar assim…
Pompeu: ..Of course, man! …fique á vontade..
Boris de Pedra: Então, como estava falando, explodiram meu coração com ntroglcerina…
Pompeu…(risos)…mas isso é outra letra sua…Bóris, você é mesmo um fanfarrão (risos)…
0000000superboris11072204_1566308730292555_65134768_n
Boris de Pedra; “Pomps” , na verdade, do fundo do meu coração, que não é de pedra,sou um cara romântico, apesar que “sou casca grossa, sou rock and roll”. Por isso, cara, … eu sei que vou ser feliz, eu estou muito bem! Super ZEN!!
Pompeu; Algum recado para os leitores do nosso blog, só pra finalizar. E nosso muito obrigado, por abrir esse espaço em sua agenda, e também perguntar sobre os novos planos e projetos musicais…
Boris …Continuarei escrevendo meus versos de amor!
!!!
Anúncios

3 Comentários

  1. Juarez

    D+++++++++++++

  2. Janaina

    Muito legal! Parabéns!

  3. !!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: