Luis Maldonalle no Twitter – dia 15 de Outubro !!!

12087481_508739955967680_2048315525_n

Anúncios

MOTLEY CRUE – Especial 30 Anos Rock in Rio!!!

mtleyimages (9)
Motley Crue é uma banda que conheço desde 1983, por meio de um disco de vinil ,que o Léo Hell trouxe de Nova Iorque, quando lá esteve, assando férias na casa de uma tia, enfim, no princípio a comparação com o KISS, do qual sou fã também, era inevitável, provavelmente pelo visual dos caras. Logo, comprei, o segundo disco: “Shout At The Devil” e fiquei fã da banda de uma vez por todas.

Três décadas na estrada do Rock and Roll, fizeram um ótimo serviço e agora chegam em sua turnê de despedida. O show foi excelente, cheio de energia, cheio de pirotécnicas e, literalmente, colocaram fogo no palco. O Motley detonou! Nikki Sixx, o baixista, ainda presenteou um fã com um baixo ao final do expediente. O destaque do show, além da banda e seu caminhão de hits, foi a presença das “girls,girls, girls” que além da coreografia, cantaram os backing vocals.

GOJIRA- Especial Rock in Rio 30 Anos!

GOJIRA
GOJIRA

Gojira é uma banda francesa e se tornou uma grande surpresa do festival. Trata-se de uma paulada. A banda é formada por Joe Duplantier no vocal e na guitarra, seu irmão Mario Duplantier na bateria, Christian Andreu na guitarra e Jean-Michel Labadie no baixo. É Rockão de verdade, sem firulas, som pesado. Alguns classificam a banda como stoner rocker, também identificados com o progressive death metal. O termo Heavy Metal também lhes cai muito bem. O show deles foi demais, impecável, delirei com tanta energia. Valeu a pena!

QUEEN nos 30 anos do Rock in Rio!!!

queenimages (9)
O Show do Queen no Rock in Rio foi demais. Sem dúvida, tanto quanto o antológico show em 11 de janeiro de 1985, com o saudoso Freddie Mercury, no dia do aniversario de minha mãe, não assisti, fiquei com a mamãe no dia, que patrocinou minha ida ao dia 19 de janeiro onde tocaram Baby e Pepeu, Erasmo Carlos tentou subir ao palco, mas naqueles dia todos ueriam Whitesnake, Scorpions, AC DC e Ozzy Osbourne.

O Festival foi um divisor de águas para a cena pop do Brasil. Introduziu o Rock no contexto da mídia. Foi quando o Rock and Roll deixou de ter cara de bandido, como já dizia Rita Lee.

Tive agora a oportunidade de conferir, ao vivo, após 30 anos, tinha 14 na época, já sem Freddie, tendo a frente Brian May e Roger Taylor, o baixista John Deacon, em memória de Freddie, não sobe mais aos palcos, só gerencia , co os demais , a empresa.

queen2

Brian e Roger, realmente gostam do que fazem, fazendo tudo muito bem feito. Tirem o chapéu para os dois, off course!Eles têm o direito de ressucitar a banda, em um passado recente se uniram a Paul Rodgers, o ídolo de Freddie, mas houve uma grande batalha de egos, entre eles, e tudo não durou mais do que uma turnê. Os egos, dos rock stars , se chocaram. Então, a dupla foi buscar, o vencedor, no programa de TV , The Voice, o jovem cantor Adam Lambert.
queenfredp55532ltjus

Adam, por sinal um excelente vocalista, tem personalidade vocal própria, não imita Freddie, como se fosse um mero cover, nada disso, o menino é bom mesmo e impõe seu carisma e , simplesmente, detona ; inclusive, para o delírio do público, declarou seu amor à Freddie Mercury. Adam Lambert empresta seu timbre de voz, mais agudo, seu charme e simpatia, para junto, com Brian May e Roger Taylor celebrarem a memória de Freddie.

NEW YORK, NY - MARCH 06: (Exclusive Coverage) Brian May, Adam Lambert and Roger Taylor backstage before their Queen (Brian May and Roger Taylor) + Adam Lambert North American tour announcement at Madison Square Garden on March 6, 2014 in New York City. The tour kicks off on June 19, 2014 in Chicago. (Photo by Kevin Mazur/WireImage) *** Local Caption *** Brian May; Adam Lambert; Roger Taylor
Brian May; Adam Lambert e Roger Taylor

O show foi realmente incrível, a sintonia com Lambert é impressionante. Eles riem no palco, mostrando um clima alto astral da banda. Além disso, o novo vocalista, é super carismático, ficou fã de Ney Mato Grosso, e cativou o público com sua performance. Tanto Brian, quanto Adam arriscaram palavras em português para o delírio dos 85 mil fãs.

O show ainda contou com Rufus, o filho de Roger Tayor, que tocou bateria enaquanto o pai cantou “The Kind of Magic”, muito boa por sinal. Depois ainda rolou um duelo de bateristas , entre pai e filho, que foi sensacional!

O ponto mais emocionante foi quando Brian May cantou “Love Of My Life” que teve seus versos finais cantados por Freddie Mercury, que deu as caras no telão. Fiquei suer feliz com o show e surpreendido com o potencial vocal de Adam Lambert. “God Save The Queen“!!!

LANÇAMENTO do Livro: “COMICZZZT! ROCK E QUADRINHOS: POSSIBILIDADES DE INTERFACE”de Marcio Júniorr.

Marcio Júnior lança livro :
Marcio Júnior lança livro :”COMICZZZT! ROCK E QUADRINHOS: POSSIBILIDADES DE INTERFACE”

03 de SETEMBRO, QUINTA-FEIRA será o LANÇAMENTO do livro “COMICZZZT! ROCK E QUADRINHOS: POSSIBILIDADES DE INTERFACE” de Márcio Mário da Paixão Júnior

A interface entre Rock e Quadrinhos é possível? Quais foram e no que resultaram estas tentativas de interface? Existe HQ musical e música quadrinística?

Para enfrentar estas questões, COMICZZZT! usa e abusa da Contracultura, capas de disco, Tubarões Voadores e todo o processo criativo por trás de Música para Antropomorfos, antológico disco-livro de Fabio Zimbres e Mechanics.

Márcio Mário da Paixão Júnior nasceu em Goiânia, em 1972. Produtor cultural e Mestre em Comunicação pela UnB, é sócio-fundador da Monstro Discos /http://www.monstrodiscos.com.br/ , MMarte Produções e Escola Goiana de Desenho Animado. Criou o Goiânia Noise Festival e a TRASH – Mostra Goiana de Filmes Independentes. Dirigiu O Ogro e produziu Faroeste: um autêntico western, premiadíssimas animações. Editou as revistas Into, Voodoo! e Macaco. Quadrinista bissexto, é também vocalista da banda Mechanics https://www.youtube.com/watch?v=E0i6B7C0-h8

.

“O Vendedor de Funerária” E-Book de Boris de Pedra

11822002_10153429763104034_206841667_o

O Vendedor de Funerária” já pode de ser adquirido pelo link http://www.amazon.com.br/gp/product/B013Z8O6YE , por apenas R$9,99; diretamente da site da Amazon http://www.amazon.com.br/ . Embarque nessa jornada com Boris de Pedra que inicia seu novo ciclo, poético-artístico, como Escritor.

Uma novela de terror sobre um sujeito comum, um cidadão brasileiro, um nordestino que mora em São Paulo, que leva o nome de Pedro Botelho, um sinônimo para o diabo na região norte do Brasil. Isso já insinua uma boa história,entretanto, a vida dele é tão real ,como fruto de um feitiço fosse, está desempregado,o país mergulhado em uma crise econômica,começa a sentir a pressão do dia a dia, parece que,a qualquer hora,vai surtar, tamanho o seu estresse emocional.

Andarilho noturno, pela cidade, em um ponto de ônibus,lê um anúncio sobre uma grande oportunidade de emprego. No entanto, para sua decepção trata-se de uma funerária. Mesmo assim, como o Mephisto de Fausto, o empresário, lhe revela uma nova perspectiva, uma grande oportunidade para ganhar muito dinheiro vendendo caixões. Tratava-se de um negócio do outro mundo.

Tenha coragem, “O Vendedor de Funerária” ( E-Book) , de Boris de Pedra https://www.facebook.com/Tecnocibernetico,  autor do blog Tecnocibernético /https://tecnocibernetico.wordpress.com/  ; um livro assustador, você vai , literalmente, “cagar” de medo !!!